Trump chega às Filipinas e é recebido com protesto

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi recebido com protestos em Manila, nas Filipinas, neste domingo (12). A manifestação foi tão intensa que a polícia precisou usar jatos de água para dispersar o público e impedir um confronto diante da embaixada norte-americana na capital filipina. O republicano, que está há uma semana em viagem pela Ásia, desembarcou hoje no país, após participar no Vietnã de uma cúpula da Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (Apec).

“Chega de imperialismo” e “Trump não é bem-vindo” foram alguns dos slogans da manifestação. “Trump é um general do governo imperialista dos Estados Unidos”, disse o estudante Alexis Danday, de 18 anos, que participou do protesto. Especialistas já alertavam que a visita de Trump às Filipinas seria um teste diplomático ao republicano, que se reunirá com o líder local, Rodrigo Duterte, revela o Terra.

Duterte é um presidente envolvido em polêmicas. Desde que tomou posse, há pouco mais de um ano, adota políticas de linha dura contra o tráfico de drogas e é acusado de permitir dezenas de execuções no país.

As relações entre EUA e Filipinas eram estáveis, mas se degradaram quando Duterte assumiu e fez críticas e provocações ao governo de Barack Obama, chamando-o de “filho da p…”. Nas Filipinas, Trump participará de uma cúpula da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN). Será seu último compromisso antes de voltar aos EUA.

12/11/2017