Pesquisa sobre exames de DNA feitos em unidades judiciárias é prorrogada até dia 21/09

A pesquisa voltada para as unidades judiciárias que realizam exames de DNA, em todo o estado, segue até o dia 21 deste mês. O questionário foi elaborado pelo Departamento de Saúde e Qualidade de Vida do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) e tem como objetivo mapear as unidades que realizam coleta de material genético para reconhecimento de paternidade.

A pesquisa busca obter dados sobre a estrutura de cada uma das unidades e a utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) na coleta do material biológico em exames de DNA. O setor médico do TJAL, coordenado por Georges Basile, terá acesso às respostas dos servidores e poderá elaborar projetos de melhorias nas unidades.

Para participar, o servidor deve acessar o módulo de requisição de DNA, disponível apenas para quem trabalha nas unidades com essa atividade. Em seguida, aparecerá mais uma opção de menu, chamada “EPI Pesquisa”. O representante deve preencher o questionário e depois poderá gerar um PDF com o resultado.

Os servidores que tiverem alguma dúvida sobre o preenchimento do questionário podem entrar em contato com a Diretoria de Tecnologia da Informação (Diati) por meio do número (82) 4009-3968.

Ascom – 04/09/2018