Marocas e Samuca têm sua primeira noite de amor

Marocas (Juliana Paiva)vai se entregar a Samuca (Nicolas Prattes) em “O tempo não para”. O empresário “sequestra” a noiva e a leva para a casa de praia da família. Na areia, os dois se beijam, o clima esquenta e Samuca se desculpa, sugerindo que eles entrem para ver um filme. Marocas, então, surpreende: “Samuca… Eu sinto que estou preparada”, diz ela. Os dois se olham, vão para dentro da casa e têm sua primeira noite de amor.

Samuca abre a porta para Marocas. Ela entra. Ele a beija de novo, docemente. E vão de mãos dadas para o quarto. Ele a pega no colo. Ela solta um gritinho deliciado, divertido, eles entram. O quarto está romanticamente iluminado à luz de velas. Samuca coloca Marocas na cama. Os dois se beijam e se deitam com naturalidade, sem pressa, sem afobação, com infinito amor. Marocas e Samuca aparecem transando na cama, no ápice da felicidade.

No dia seguinte, ela acorda e vai para a praia. Ela escreve com o dedo na areia “Marocas e Samuca”. Sorri, divertida. As ondas apagam os nomes. Ela fecha os olhos, deliciada, aproveitando o suave sol da manhã, a brisa. Quando abre os olhos, Samuca está diante dela. “Acordou, dorminhoco?”, pergunta, no susto. Ele se senta ao lado dela. Os dois olham o mar. “Você tá feliz?”, pergunta. “Sou a mulher mais feliz do mundo…”, fala Marocas, que recosta a cabeça em seu ombro. Os dois ficam ali, os olhos perdidos no mar, no horizonte, como se nada mais existisse.

01/09/2018