Em 1ª visita ao STF, Bolsonaro prega harmonia

Em sua 1ª visita ao Supremo Tribunal Federal (STF) como presidente eleito, nesta 4ª feira (7.nov.2018), Jair Bolsonaro pregou harmonia entre os Poderes, a realização de reformas e afirmou que procurará o presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, para tomar decisões.

“O procurarei para que possamos aperfeiçoar essas ideias para que de forma harmônica sigam seu curso”, disse o militar à Toffoli. “Juntos buscaremos soluções para o Brasil“.

O militar defendeu a aprovação de 3 pontos: a reforma da Previdência, a tributária e melhorias na segurança. Segundo ele, as medidas “precisam ser tratadas na mesma velocidade“. Bolsonaro ainda mencionou respeito e amor à Pátria, diz o MSN.

Também num discurso diplomático, Toffoli afirmou que os “os Poderes trabalharão juntos, com harmonia“.

Citou o alto índice de violência no país, com mais de 60 mil homicídios por ano, e defendeu mudanças no modelo de tramitação processual.

Bolsonaro afirmou que tentará aprovar alterações no Congresso.

O militar sentou-se ao lado de Toffoli. Eram acompanhados por representantes do STF, 3 filhos de Bolsonaro (Flávio, Eduardo e Jair Renan) e pelos generais Augusto Heleno e Oswaldo Ferreira.

O presidente eleito recebeu 1 exemplar de uma edição comemorativa dos 30 anos da Constituição Federal de 1988.

Jair Bolsonaro cumpre nesta semana 1ª rodada oficial de visitas a representantes dos Poderes. Nesta 3ª, esteve no Congresso Nacional. Nesta 4ª, também visita o presidente Michel Temer.

07/11/2018