Dezenas de elefantes são encontrados mortos

Carcaças de 87 elefantes foram encontradas próximas de um famoso santuário de vida selvagem em Delta do Okavango, no Botsuana.

Segundo a ONG Elephants Without Borders, que luta pela conservação da espécie, os cadáveres foram encontrados nas últimas semanas. Botsuana tem a maior população de elefantes do mundo, mas os caçadores ilegais estão violando suas fronteiras.

“Estou chocado, estou completamente perplexo. A escala de caça aos elefantes é de longe a maior que já vi ou li sobre qualquer lugar da África até hoje”, disse Mike Chase, da Elephants Without Borders à BBC, informa .

Com a tomada de posse do presidente Mokgweetsi Masisi, o governo do Botsuana desarmou as unidades investigadoras da caça furtiva, em maio deste ano, diz o Terra.

De acordo com a imprensa internacional, os números de elefantes caçados preocupam os cientistas, que garantem que irão ser encontrados mais animais mortos.

A pesquisa Great Elephant Census de 2015 estimou que um terço dos elefantes africanos foram mortos na última década e 60% dos elefantes da Tanzânia foram perdidos nos últimos cinco anos.

“Quando eu comparo isso com números e dados que eu realizei em 2015, estamos registrando o dobro do número de elefantes mortos do que em qualquer outro lugar na África”, afirmou Mike Chase.

Com 130.000 elefantes, o Botsuana foi descrito como o último santuário em África, uma vez que a caça ilegal de marfim continua a destruir rebanhos em todo o resto do continente.

04/09/2018