Coreia do Norte diz que mísseis são “aviso solene”

Um dia após fazer testes com dois mísseis balísticos, a Coreia do Norte anunciou nesta sexta-feira que seu líder, Kim Jong-un, supervisionou um teste de uma nova arma tática guiada, o que deveria ser um “aviso solene” aos planos da Coreia do Sul de realizar exercícios militares com os Estados Unidos.

A mensagem foi dada pela mídia estatal norte-coreana, que citou Kim e foi dirigida a “guerrilheiros militares sul-coreanos”. O alerta é de autoridades de Pyongyang para iniciar conversas depois do encontro entre Kim e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, indicar um passo à frente nas negociações nucleares paralisadas, informa o MSN.

Embora a Coreia do Norte tivesse palavras duras contra o Sul, a declaração se manteve longe do tipo de ataque contra os EUA que foi marcado em documentos anteriores. Após assistir ao lançamento das armas, Kim disse que elas são “difíceis de interceptar” por causa da “órbita de voo em baixa altitude e do salto do míssil tático guiado”, de acordo com a KCNA.

Ele foi citado dizendo que a posse de um “sistema de armamento de última geração” é de “enorme importância” para reforçar as Forças Armadas norte-coreanas e garantir a segurança nacional.

26/07/2019